top of page

O mercado demanda tradutores com formação sólida

Hoje em dia já não basta conhecer dois idiomas para poder traduzir. Esta atividade se profissionalizou muito, e o mercado, cada vez mais, exige do tradutor um diploma que o certifique de ter adquirido a competência tradutória e os conhecimentos necessários para trabalhar profissionalmente nas distintas áreas de tradução: literária, técnica, audiovisual etc. Cada vez mais empresas de tradução querem obter o selo de qualidade ISO, uma norma internacional que inclui disposições para prestadores de serviços de tradução relativas à gestão de processos essenciais, requisitos mínimos de qualificação, disponibilidade e gestão de recursos, e outras ações necessárias para a prestação de um serviço de tradução de qualidade. Essa norma exige, entre outras questões, que os tradutores que prestem serviço para uma empresa de tradução sejam formados em Tradução.


A tradução é um mercado bilionário que cresce a cada ano. Em 2021, o mercado global de serviços linguísticos foi avaliado em aproximadamente 56,18 bilhões de dólares. Durante a COVID-19, o tamanho do mercado de serviços de tradução cresceu 40%. As áreas mais demandadas foram saúde, indústrias médicas e farmacêuticas, redes sociais, indústria de TI e programação de software. O setor audiovisual também cresceu significativamente nos últimos anos, pelo surgimento das plataformas de streaming, exigindo uma maior quantidade de tradutores para legendas e dublagem no Brasil, grande consumidor de conteúdo. Outros setores que têm uma demanda crescente ou estável de tradução são a indústria de videogames, logística e transportes, o setor dos seguros, a indústria de maquinaria, de alimentação, automotiva, mineração, gás e petróleo, negócios e finanças, área jurídica, telecomunicações ou a documentação governamental.


Estudos considerados já clássicos sobre o fluxo tradutório global consideram o português uma língua periférica, quer dizer, com pouca produção própria – se comparada às línguas centrais, como o inglês – e pouca tradução feita a partir dela. Por outro lado, é uma língua que importa muita produção realizada em outras línguas e, portanto, com grande necessidade de ser traduzida ao português. Se somarmos a esse fato o pouco conhecimento de outros idiomas que tem a grande maioria da população brasileira – um levantamento da British Council de 2019 mostrou que apenas 5% sabem se comunicar em inglês –, poderemos concluir que o Brasil é um mercado com mais de 200 milhões de potenciais consumidores de tradução.


O mercado da interpretação simultânea mudou bastante depois da pandemia, que obrigou a popularizar uma modalidade de interpretação que já existia, mas era pouco usada: a interpretação simultânea remota (RSI). Essa modalidade veio para ficar, já que ela, com as condições adequadas, pode ser usada onde a interpretação presencial não consegue chegar. Isso inclui reuniões curtas, conversas entre muito poucas pessoas separadas por muitos quilômetros, congressos híbridos com público em diferentes salas e palestrantes em diferentes localidades geográficas, reuniões realizadas em locais com fusos horários diferentes, e assim por diante.


Quer mudar a sua vida e ser tradutor e intérprete profissional, com uma formação sólida que permita você alcançar a expertise na área? Confira a Graduação em Tradução e Interpretação Inglês/Português a distância, com aulas noturnas ao vivo.

72 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page